Show Club #1: Ouran High School Host Club (Anime)

Olá, pessoal! 

Decidi começar um outro quadro sobre animes, mangás, séries de tv, dramas, etc! 

A discussão de hoje é sobre o anime “Ouran High School Host Club” (“Colégio Ouran Host Club, em português), baseado no mangá homônimo de Bisco Hatori. 




O mangá foi publicado na revista LaLa durante 8 anos (2002-2010). Apesar de ser adepta do “leia o livro primeiro”, comecei com o anime desta vez. Sou um tanto impaciente e shoujo me deixa… receosa.

Não sabe o que é shoujo? Clique aqui.

A adaptação a anime ocorreu em 2006, com a produção de 26 episódios sob a direção de Takuya Igarashi. 






Como você conheceu?

É uma história interessante: minha irmã é uma grande fã de doramas e live actions. Entrou em contato com o Drama Live Action homônimo (que foi lançado em 2011) e me mostrou. Achei interessante, fui atrás do anime e…


Do que se trata?

A história gira em torno de Haruhi Fujioka (voz de Maaya Sakamoto), uma bolsista no Colégio Ouran, escola de elite. Como não tem dinheiro nem para o uniforme, muitas vezes ela é confundida com um menino. 




Devido a um “golpe do destino”, se depara com o Host Club do colégio: um clube formado pelos garotos mais bonitos que visam entreter as garotas. Cada um dos membros têm uma personalidade distinta e que é sua especialidade:


O presidente: Tamaki Suoh (Mamoru Miyano), o príncipe



É mestiço (japonês e francês) e tem uma certa aura de realeza. É muito dramático e tende a enxergar a realidade como se fosse um grande teatro.


O vice-presidente: Kyouya Ootori (Masaya Matsukaze), o intelectual:



Dono de uma personalidade marcante e reconhecido pelo par de óculos (apesar de ser muito mais charmoso sem ele), é uma espécie de “cabeça” dentro do clube: planeja as finanças (aka. vender posses ou fotos dos membros para angariar fundos) e pode parecer um bad boy quando quer. Apesar de ser o vice-presidente, na prática verifica-se que ele é o presidente, deixando as “aparências” como responsabilidade de Tamaki.

Hikaru Hitachiin e Kaoru Hitachiin (Kenichi Suzumura), os gêmeos (ou os diabinhos):


Com cabelos maravilhosos e uma grande lábia, os gêmeos conseguem quase tudo o que querem - até mesmo enganar os mais espertos da série. Na frente das fãs, os dois simulam um amor proibido entre irmãos, mas na realidade gostam muito é de tirar um sarro de outros membros - principalmente do príncipe, que morre de ciúmes pois os dois são da sala da Haruhi. 

Mitsukuni Haninozuka (Ayaka Saitō) “Honey-senpai”, o tipo ‘Lolito’



Com a aparência (e comportamento) de um garoto na pré-adolescência, Honey-senpai já está no terceiro ano do colégio. Não deixe que as aparências lhe enganem! Ele adora bolo e anda com um coelhinho para lá e para cá, mas é faixa preta em judô e karatê. A autora atribui seu crescimento lento ao fato de que ele faz aniversário no dia 29/02, ou seja, apenas de quatro em quatro anos (embora teorias afirmem que sofra de “puberdade atrasada”).

Takashi Morinozuka (Daisuke Kirii): o selvagem (ou caladão):


Mori-senpai é um rapaz alto e muito bonito, mas que não tende a falar muito. Sempre aparece junto de Honey-senpai (devido a uma tradição de suas famílias, é como se fosse um escudeiro). Seu “poker-face” é o que lhe garante charme - e boa parte dos momentos mais fofos e engraçados da série.





Por que recomenda?

Ouran High School Host Club é um anime muito leve e divertido de ver - são 26 episódios de ~20 minutos cada, ou seja, dá para ver em um final de semana (prolongado). Não me senti entediada em nenhum dos episódios.


Por que alguém não gostaria de/não assistiria a Ouran High School Host Club?

Justamente por essa leveza - se você está aguardando grandes reviravoltas e complôs, não continue. Há uma linha de acontecimentos, mas nenhum deles leva a um acontecimento final tão emocionante que lhe deixará sem fôlego. Você perderá o fôlego, mas por outros motivos.



Espero que tenham gostado! Há inúmeros sites que disponibilizam a versão legendada em português (recomendo o Anitube) ou em inglês (animeget). Aproveitem!



Ana Carolina Nonato.

Share this:

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário