RESENHA: Mar de Rosas - Série Quarteto de Noivas - Livro 2 - Nora Roberts


Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2014
ISBN: 9788580412734


Em Mar de rosas, segundo livro da série Quarteto de Noivas, o amor floresce junto com os primeiros botões da primavera. Este romance vai fazer você ter vontade de dançar num jardim, sob a luz do luar.
Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês.
Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor.
Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso.
Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.
Os seis são praticamente uma família. E justamente por isso Emma e Jack nunca revelaram a atração que sentiam um pelo outro.
Mas há coisas que não podem ficar escondidas para sempre.
Mar de rosas é uma história ardente, sexy e divertida sobre as vantagens e os desafios que surgem quando uma grande amizade vira paixão.


O amor no comando mais uma vez.
Nora Roberts surpreende ao mostrar uma história onde o amor comanda. Mar de Rosas é o segundo volume da série Quarteto de Noivas. Cada livro, conta a história de uma personagem diferente. Neste, nós conhecermos Emma Grant, a decoradora da Votos. Uma empresa pra lá de legal, que ela fundou com suas três melhores amigas.

É um livro que fala sobre escolhas, decisões e o futuro. A decoração é uma das partes mais importantes de um casamento e Emma sabe bem disso. Além de ser uma ótima decoradora, ela é uma românica incorrigível. Depois de passar pelo casamento de Mac – que eu, particularmente adorei – Emma conquistou o segundo lugar. 


“Esperava que a reunião que estava prestes a começar resultasse num casamento na próxima primavera, exatamente com esse mesmo olhar extasiado no rosto da noiva.”

Emma sonha em conhecer o seu verdadeiro amor, sua alma gêmea. Jack é um cara pra lá de legal, que tem um certo trauma com compromisso sério desde que seus pais de separaram quando ele ainda era um garoto. Foi Jack quem cuidou da reforma da Votos, empresa de Emma e suas amigas.

Sempre existiu um sentimento meio que sufocado entre os dois. Jack e Emma. Eles nunca tocaram no assunto, nem pensavam nisso. Bom, até o dia em que o carro de Emma resolve dar um empurrãozinho nessa história de amor. E quem ajuda Emma com o carro? Jack. Bingo!


“Por volta das nove da manhã, Emma já tinha tomado uma chuveirada, se vestido e estava exatamente onde queria: na sua mesa de trabalho, cercada de flores.”

Embora seja uma leitura bastante agradável, ela não flui com facilidade. Álbum de Casamento foi bem mais rápido neste quesito. Li em dois dias. Mar de Rosas, às vezes, me causava uma depressão sem sentido. Dava até vontade de ler o primeiro livro de novo. Vai entender, não é?


“Mais tarde, sentaram-se no gramado para ver alguns adolescentes que tinham improvisado uma partida de futebol. Parker se juntou a eles, tirando as sandálias e ajeitando a saia do vestido de verão.”

É um ótimo livro para aqueles que apreciam um romance água com açúcar que não é exatamente água com açúcar. Uma história que ao ser escrita por Nora Roberts, mostra o talento incontestável da autora e sua criatividade. E que venha o próximo volume. 


“Um silêncio a invadiu, mas não abriu os olhos, torcendo para que a visita que estava indo embora seguisse em frente, sem atrapalhar aquele seu momento de solidão.”

Share this:

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário