RESENHA: Álbum de Casamento - Quarteto de Noivas - Livro 01 - Nora Roberts



Autor: Nora Roberts
Selo: Arqueiro
Páginas: 288
ISBN: 9788580412215


Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.


Álbum de Casamento é o primeiro livro da série Quarteto de Noivas, da incrível escritora Nora Roberts. Sempre fui muito apaixonado por casamentos, e toda essa coisa do felizes para sempre. Isso sempre me agradou em todos os aspectos. Quando descobri que Nora tinha escrito uma série focada neste assunto, fiquei louco, aguardando os livros serem publicados no Brasil. O que não demorou muito para acontecer, a Editora Arqueiro fez um belíssimo trabalho. 

O estilo da escrita de Nora é bem específico. Ano passado tive a oportunidade de ler a Trilogia das Cartas, onde cada livro, mostrava uma protagonista pronta para enfrentar o mundo, se preciso. Aqui nós vemos algo parecido, cada livro mostrará uma protagonista diferente, e isso chega a ser bem dinâmico. Às vezes, quando pego uma série para ler, fico apreensivo, com medo de enjoar dos personagens, da história ficar monótona, essas coisas. Com a Nora é diferente, a forma com que ela escreve, é como se ela apresentasse uma série com títulos singulares, o que agrada bastante.

Parker, Emma, Laurel e Mac são as quatro amigas que citei. Mackensie Elliot é a primeira a se destacar em Álbum de Casamento. Quando peguei o livro em mãos, pensei: poxa, vai ser uma história de uma noiva, um noivo e pronto, acabou o livro! Errado! Estive completamente errado e fui surpreendido de uma forma encantadora! Mac trabalha com casamentos! As quatro amigas possuem uma espécie de cerimonial, que organiza todos os detalhes de um casamento. Mac é a profissional responsável pela fotografia artística. 

As quatro amigas, quando crianças, amavam casamentos. Dá para perceber a paixão pelo tema, afinal, elas possuem uma empresa focada em casamentos, não é? Mas tem um ponto diferenciado (vocês devem estar se perguntando: Vitor, quantos diferenciais existem em Nora Roberts?), embora Mac ame casamento, ela não está casada e nem tem um relacionamento. Que pecado!


“— Arranje a sua própria história quente de café da manhã. Eu estava meio envergonhada e realmente agradecida, então dei um selinho nele. Foi uma espécia de agradecimento. Mas de repente me vi no meio de um beijo daqueles de fritar o cérebro, fazer o sangue circular depressa, no ritmo de tambores selvagens. Do tipo “me joga na parede e me chama de lagartixa”.”


O foco de Mac como fotógrafa é bem semelhante ao que eu procuro ao escrever uma boa história (sim, sou escritor!), queremos passar a emoção para nosso público, e isso torna-se cada vez mais intenso quando falamos de casamento. É um conjunto de felicidade espontânea, que podemos perceber pelo simples sorriso dos noivos. É simplesmente incrível. 

Mac tem um pé atrás com o amor por conta da separação dos pais. Sua mãe, Linda (ah, como eu tive vontade de internar essa mulher!) é uma compulsiva/capitalista que vive pedindo dinheiro e explorando a filha. Isso chega a ser irritante, pois os personagens evoluem, a história fica bem intensa e Linda ainda continua irritando e perturbando a filha! 


“— Não mesmo. Gosto de tirar fotos de pessoas no que chamo de momentos. Um momento decisivo, sabe? Há aqueles que são arrebatadores, o ponto alto. Mas há diversos outros momentos. O casamento, o ritual todo e o modo como as pessoas vão construindo esse ritual pra adaptá-lo à sua personalidade... Isso para mim é um grande momento.”


Vamos a parte boa! Falar de amor sempre foi meu forte. Como vocês devem perceber, Mac precisa de um amor. Um homem para chamar de seu nesses momentos em que lembramos do livro O Homem Perfeito, de Vanessa Bosso. Onde a personagem sempre teve o seu homem perfeito, mas nunca percebeu. No caso de Mac, voltando à época lá do colegial, aquele que ela nunca conversava direito, que nunca fez o tipo dela, bom, esse cara é Carter Maguire, o atraente professor de inglês que sempre foi apaixonado por Mac.


“— É óbvio que ele precisava ser detido. – Laurel balançou a cabeça. – Mac, minha querida, você está apaixonada.”


Eles acabam se esbarrando casualmente e, ao ver Mac, Carter toma a decisão de tentar conquistá-la e ganhar o coração da fotógrafa que ele sempre gostou. O gênio de Mac é bem parecido com o meu. Ela só virou fotógrafa porque a avó implicou quando ela ganhou a câmera, e no fim, ela ficou apaixonada pela fotografia a aceitou o desafio. Virou uma fotógrafa de capas de revistas de noivas. 

É um daqueles romances que não possuem só um romance, tem toda uma história acompanhando o enredo que mostra mais uma vez, que Nora Roberts tem um talento para escrever romances como ninguém. Parabéns à Editora Arqueiro pelo belíssimo trabalho, a diagramação é simples, mas a história compensa todos os detalhes. Sem contar a capa, que é linda demais! *-* 

Recomendo a leitura à todos aqueles que curtem um bom romance, com tudo o que tem direito, inclusive, a um casamento. Deu até vontade de sair por aí, indo a casamentos! Não vejo a hora de ter em mãos Mar de Rosas, segundo volume da série.

Share this:

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário