RESENHA: Como Fui Esquecer Você - Jennifer Echols


Existem muitas coisas que Zoey gostaria de esquecer. Que seu pai engravidou a namorada de vinte e quatro anos. Seu medo de que toda a cidade descubra sobre o colapso nervoso de sua mãe. Do belo e sombrio, Doug, o bad boy da escola que a perturba. Sentindo como se sua vida estivesse prestes a se tornar uma completa bagunça, Zoey luta da única forma que sabe, usando sua famosa atenção em detalhes para assegurar seu lugar como a filha perfeita, a aluna perfeita, e a namorada perfeita para o popular jogador de futebol americano, Brandon. Mas, em seguida, Zoey se envolve em um acidente de carro e no dia seguinte há apenas uma coisa da qual ela não consegue se lembrar - a noite do dia anterior. Saíra com Brandon como pretendia? Mas então porque Brandon a estava evitando? E porque Doug, de todas as pessoas, de repente está agindo como se algo de importante tivesse acontecido entre os dois? Zoey apenas lembra de Doug tirá-la do carro, mas ele continua a se referir ao que aconteceu aquele noite como se fosse algo mais. E Zoey está aterrorizada em admitir o quanto não pode se lembrar. A controlada e meticulosa Zoey está rapidamente perdendo o controle de todos os detalhes importantes de sua vida - uma vida que parece estranhamente vazia de Brandon e estranhamente preenchida por Doug.

Como Fui Esquecer Você é um livro que me deixou bem estranho. Sim, estranho, afinal a história tornou-se uma agradável surpresa. Tá, não só agradável, como maravilhosa. O livro virou favorito em questão de segundos e eu ainda não sei o que dizer sobre ele.

Na verdade, eu sei muito bem o que dizer. É um livro que tinha tudo para ser um daqueles livros que a gente abandona com muita facilidade. A narrativa em primeira pessoa, a personagem irritante e desagradável, a história que parece uma cópia de todas as outras...

Errado. Acabo de me apaixonar pela escrita de Jennifer Echols de uma forma bem interessante. Eu poderia ter enjoado do livro, abandonado, jogado na parece, mas eu não fiz isso. Prossegui com a leitura e ao concluí-la, penso em como é um dos melhores livros adolescentes que já li.

Zoey é uma daquelas personagens fortes, que nós encontramos em livros de ficção e fantasia. Daquelas que lutam até o final, com todas as forças pelo o que acham que é certo. Aqui, Zoey luta contra suas incertezas, contra o que ela acha certo ou errado.

“Ele destravou a porta do lado do passageiro do Buick e deixou-a ligeiramente aberta para mim. Não podíamos deixá-la toda aberta porque ela era enorme e poderia bater no carro que estava estacionado na baga ao lado.”

Tudo começa ao Zoey descobrir que seu pai engravidou a namorada de 24 anos. Por conta disso, sua mãe tem um colapso nervoso e precisa sair da cidade por uns tempos para fazer um tratamento. Isso já poderia ser barra pesada, não é mesmo pessoa? Mas ainda tem mais... Existe Brandon e Doug. Os caras que podem mudar a vida de Zoey completamente.

“Meus olhos seguiram o caminho das pontas de seus dedos no momento em que ele agarrava a alça de sua muleta antes que ela caísse.”

Brandon é o melhor amigo de Zoey, o cara que todas as garotas do colégio querem. O atleta perfeito, inteligente e educado, mas para Zoey eles são apenas amigos. Ela que ouve suas confidências sobre as garotas com quem ele fica todas as vezes. Digamos que estamos numa espécie de “friend zone”, onde apenas a amizade existe, mas ambos possuem um desejo contido por aí.

Doug é aquele cara errado. Isso mesmo, errado. Ele já foi para o reformatório, é expulso das aulas. E mesmo assim não deixa de ser lindo de morrer. Isso soa até estranho, pois ele é um nadador nato. Naqueles que faz toda a diferença dentro de uma equipe de Natação. Podemos dizer que ele “é o cara”.

“Arquivei aquela situação: ele tinha acabado de me dizer onde o acidente tinha acontecido. E eu concordei com a cabeça, tentando não causar controvérsias.”

Mas o que esses dois caras tem haver com a vida de Zoey? Pois é, Doug sabe que a mãe de Zoey está desequilibrada e a cidade não pode saber desse detalhe. Afinal, a vida profissional de sua mãe está em jogo, mesmo que ela esteja distante. Nisso, Zoey precisa estar por perto para conter Doug, que sempre pareceu odiá-la.  

“Por outro lado, eu queria que Doug gostasse de mim. Embora ele tivesse gostado de mim por um tempo porque eu aparentemente o seduzi e dei o fora nele em um período de doze horas ele sabia muito sobre mim e meus problemas e era muito imprevisível para ser deixado à solta no mundo com todo aquele ressentimento sobre mim.”

Zoey acaba namorando Brandon. Parecem até o casal perfeito. Mas logo depois um acidente acontece. Um acidente que pode mudar tudo. E Doug estava envolvido neste acidente. Ainda temos um detalhe importantíssimo: Zoey não se lembra de nada.

É aí que o bicho pega, Zoey precisa descobrir o que aconteceu neste acidente, controlar suas emoções, conter a saudade que tem de sua mãe. E talvez o mais importante: entender o que sente por Doug. Venha conhecer Como Fui Esquecer Você. É um livro de uma fácil leitura, fácil compreensão e uma história que pode dar um toque adolescente em sua vida.

Título: Como Fui Esquecer Você
Autor: Jennifer Echols
Editora: Pandorga
Páginas: 271
ISBN: 9788561784034

Share this:

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário