RESENHA: Óculos, Aparelho e Rock’n'roll - Meg Haston

Óculos, Aparelho e Rock’n'roll
Autora: Meg Haston
Editora: Intrínseca
Ano: 2012 (lançamento)
Sinopse: Super-rigorosa e cheia de estilo, Kacey Simon dita as tendências na escola Marquette. Ela anda com as garotas mais bonitas e populares e tem seu próprio programa de TV no canal do colégio, dando conselhos e explicando para seus colegas a verdade nua e crua - quer eles queiram ouvir, quer não.
Mas então uma infecção ocular e uma visita ao dentista deixam Kacey com óculos fundo de garrafa, a boca cheia de metal e... a língua prefa. Rejeitada pelos amigos populares, ela despenca da pirâmide social de forma tão dramática que fica difícil enxergar o topo, mesmo com aquelas duas lentes de aumento no rosto.

Sem ter mais a quem recorrer, Kacey começa a andar com uma vizinha nerd e um garoto que leva a vida num ritmo próprio - na verdade, no ritmo do baterista de sua banda. Ele a quer como sua vocalista, mas ela está decidida a recuperar seu trono. Será que Kacey vai alcançar o topo novamente? Ou vai descobrir que chegar ao fundo do poço meio que é... o máximo? Nesse divertidíssimo romance, Meg Haston conta a história de uma garota malvada que, com um bom par de óculos, passa a enxergar melhor não só as coisas, mas também a vida.

OBS: Como algumas pessoas devem saber, o blog será fechado em breve... Por conta disso, decidi que não quero mais escrever aquelas resenhas extremamente técnicas! Vocês perceberão os tópicos abordados anteriormente, mas agora será mais como uma conversa informal, hehehe. Quero me divertir antes de acabar!

Kacey Simon é a máxima representante da típica garota popular: linda, na moda, extremamente arrogante e até ofensiva em seu desprezo pelos outros que não estão em seu patamar. Ela realmente acha que seu programa, "Simon falando", ajuda as pessoas, só que não apenas uma desculpa para pisotear seus amigos, inimigos e qualquer um que ouse passar por ela.
Eis que o ditado "o mundo dá voltas" se aplica e Kacey passa a usar aparelho e óculos, caindo despencando na escala social.
No começo, achei que seria algo "Querido Diário Otário" na versão "menina popular", mas foi totalmente diferente.
Gosto quando esnobes se ferram?
SIM!
Gosto de óculos?
SIM!
Gosto de aparelho?
SIM!
Gosto de infanto-juvenis?
MAIS-DO-QUE-TUDO-NA-VIDA!
Então, gostei do livro?
NÃO!!
"Ué, por que não??"
Achei interessante a temática, mas o enredo não é lá muito promissor. É a própria Kacey que narra, até existem alguns momentos engraçados e o Zander é um fofo, porém... Não me cativou, não me impressionou e raramente divertiu. Leitura muito morna!
Tudo indica que haverá continuação. De qualquer forma, não lerei.
Talvez seja porque já passei da fase e esses dramas me irritam. Leia e tire suas próprias conclusões!
Quanto ao trabalho editorial, imprecável! Adorei a capa, sinopse explicativa; páginas, diagramação e aspectos físicos em ordem! Excelente!



A Autora
MEG HASTON viajou muito pelos Estados Unidos quando era jovem (e ainda o faz), mas refere-se a Jacksonville, Flórida, como sua casa - o lugar onde se estão seu coração e sua alma, seu cão, seu laptop, seus saltos mais altos e seus livros preferidos. Com mestrado em aconselhamento profissional pela Universidade da Geórgia e bacharelado em comunicação pela Universidade de Northwestern, Meg não é uma escritora típica. Porém, definitivamente, sua experiência como terapeuta vem a calhar quando ela se põe no papel os dilemas da adolescência.

Agradeço à Editora Intrínseca pelo exemplar.

ATENÇÃO: Este tipo de resenha é um teste. As próximas poderão ser tanto neste formato quanto no anterior. Qualquer dúvida, mande um e-mail.
Declaro que as imagens usadas acima não são de minha autoria, respeitando os direitos autorais dos verdadeiros criadores.



Sobre a Autora:
Ana Carolina Nonato cursa Ciência da Computação na Universidade de São Paulo (USP), mais especificamente no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) em São Carlos. Leitora assídua desde os 3 anos de idade, os livros são seus maiores amores na vida juntamente com o Cinema (antigo) e o bom e velho rock 'n' roll.


Gostou? Receba as publicações por e-mail!
Digite seu e-mail:


Delivered by FeedBurner

Share this:

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário