RESENHA: Territórios: O Cinturão de Fogo - André de Lima

O Cinturão de Fogo
Autor: André de Lima
ISBN: 978-85-8045-067-5
Páginas: 197
Editora: Bookess
Ano: 2010
Palavra-chave: Literatura Brasileira Século XXI.
Sinopse: Alf é apenas um garoto normal, estudando numa escola normal, vivendo num mundo normal. Contudo, uma tempestade e uma súbita sonolência alavancam Alf para um mundo de aventuras e batalhas intensas. O mundo: um continente dividido em porções de terra denominadas Territórios. Cada Território possui um governante intitulado Marquês. Uma grande guerra está explodindo quando Alf acorda numa cama confortável num castelo. Neste novo mundo, Alf faz novas amizades e aprende sobre Espíritos, entidades elementais que emprestam seus poderes à seres humanos merecedores através de pactos. Um General avança com suas tropas sobre o Território do Fogo e Alf deve combatê-lo. Embarque nesta aventura alucinante com guerras, amizades e lágrimas. Assim é Territórios: O Cinturão de Fogo.

Enredo
• Espaço: por se tratar de uma literatura fantástica, os locais por onde Alf passa precisam ser bem descritos e caracterizados para que o leitor se localize, o que o autor faz com parcimônia.
• Tempo: alternam-se entre os tempos novos e os tempos antigos. Apesar de se parecerem bastante com as eras da Terra, possuem algumas divergências (dentre elas a história política).
• Personagens: personagens complexas de acordo com o ponto de vista de Alf, o narrador. Alf também é uma personagem complexa, mas não em demasia, visto que o aspecto mais importante do livro é a história em si.
• Criatividade: histórias de reinos mágicos e batalhas "medievais" não são novidade; todavia, a abordagem de André é que faz a diferença. Construir uma história em que o protagonista vai e volta do passado, nestes termos, é algo relativamente novo.
• Andamento do enredo: tem um andamento leve no começo e mais rápido do meio para o fim.
• Início, meio e fim: No início, o leitor toma conhecimento da história do Reino da Aurora e da vida da personagem principal, Alf. A partir da metade, os estranhos "teletransportes" começam a acontecer, levando o leitor a tentar descobrir o porquê (até aqui, o andamento é leve. Um mundo de descobertas para o leitor). A partir de então, a tensão iminente à guerra aumenta (e a voracidade da leitura também). O final é peculiar.


Estrutura "Artística"
• Capa: a capa na cor vermelha é bem chamativa e instiga o leitor.
• Diagramação: fixa, confere organização.
• Fontes: de tamanho razoável, de fácil leitura e que não cansam o leitor.
• Sinopse: é média. Tem o tamanho certo para não entregar demais, mas ainda falta algo que instigue o leitor a ponto de fazê-lo ler.
• Enredo: a ordem e escolha das palavras não são fatores determinantes neste livro.

Estrutura Física (Materiais)
• Capa: Material resistente, pouco suscetível a danos superficiais, textura agradável.
• Páginas: Cor branca "aumenta" a reflexão da luz branca e, portanto, pode cansar em demasia o leitor.

Análise
Enredo (x2): 3,75 (bom);
 • Espaço (x2): 4 (muito bom);
 • Tempo (x2): 4 (muito bom);
 • Personagens (x2): 4 (muito boas);
 • Criatividade (x1): 3 (boa);
• Andamento do enredo (x2): 3 (bom);
• Início, meio e fim (x3): 4 (muito bom);

Estrutura Artística (x1): 3.78 (boa);
 • Capa (x1): 4 (muito boa) ;
 • Diagramação (x1): 5 (ótima);
 • Fontes (x2): 5 (ótimas);
 • Sinopse (x2): 3 (boa);
• Enredo (x3): 3 (bom);

Estrutura física (x1): 3,33 (ótima);
 • Capa (x1): 4 (muito boa);
 • Páginas (x2): 3 (boas);

Nota final: [2.(3,75) + 3,78.1 + 3,33.1]/4 = 3,65




Gostei da obra?
Gostei sim, apesar do parecer técnico ter baixado a nota do livro. Fiquei intrigada com o Alf! E gostei muito da Emma. Não fui muito lá com o final, mas nem tudo são rosas, certo? Acho que vocês deveriam, sim, ler, principalmente se gostam pra algo parecido com O Senhor dos Aneis e RPG!

Obrigada ao autor por disponibilizar o exemplar. E as sinceras desculpas pela demora na publicação por problemas técnicos.

Share this:

COMENTÁRIOS

2 comentários:

  1. Ops então to ferrada porque não gosto de O Senhor dos Anéis e ainda não nada de RPG pra saber se aprecio. Quem um dia eu acabe lendo, mas não sei não...rsrsr....beijokas elis

    ResponderExcluir
  2. Ana!
    Ainda não havia lido nenhum resenha desse livro, mas é bem do estilo que gosto e mesmo com sua baixa avaliação, vai para minha lista de desejados.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir