RESENHA: Teia Virtual - Carlos Eduardo R. Bonito

Teia Virtual
Autor: Carlos Eduardo R. Bonito
ISBN: 9788563586063
Páginas: 260
Editora: Literata
Ano: 2010
Palavra-chave: Literatura Brasileira, Século XXI.
Sinopse: A Internet é realmente um dos maiores veículos de comunicação já criados na atualidade. Nela podemos ser o que queremos, fugindo assim do mundo real, criando um mundo paralelo, onde figuramos de anjos a demônios, podendo até alimentar o ódio de não ser aceito pela sociedade no mundo real. Assim começa a elaboração de uma teia nociva, permissiva e a falsa impressão de se conseguir tudo o que se quer, pela lei do menor esforço. Pessoas emocionalmente vulneráveis, de alma fraca, que transitam do mundo real ao virtual, na busca das soluções para seus problemas ou do sucesso pessoal, como, por exemplo, ser bem sucedida, como a invejada prima, sem nenhum esforço, acabar com a depressão, por ser um astro de rock e não saber lidar com o sucesso e a fama, ou alcançar a felicidade, estabilidade financeira e ser aceito como homossexual, no seio de uma família com valores que não aceitam esse comportamento, ou até mesmo, indo mais além, aos olhos da crença de uma ex –atleta, a palavra de Deus é distorcida e usada para se libertar e “libertar” a alma do seu marido, onde, na verdade só há o desejo de vingança. Afinal, a indução ao ódio é possível? Devemos ou não libertar os nossos demônios? Tudo é possível, quando se deixa cair e se prender a uma TEIA VIRTUAL doentia criada por um ser humano com uma inteligência fora do comum, mas renegado pela sociedade.

Enredo
• Espaço: bem ambientado e suficiente para que o leitor se localize, não peca, absolutamente, pelo exagero.
• Tempo: Não é determinado, mas pode ser inferido através dos aparatos tecnológicos e das referências na sinopse.
• Personagens:  aspecto mais importante do livro ao se analisar a influência da internet na vida dos envolvidos. As personagens são complexas e o vilão da história tem uma personalidade intrigante.
• Criatividade: muito criativo! Com uma trama envolvente e bastante atual no que concerne à internet (que representa grande parte da vida das pessoas nos dias de hoje).
• Andamento do enredo: Tem o andamento de um romance policial associado a um thriller: alterna picos de tensão com momentos de suspense, o que caracteriza um andamento médio do mesmo.
• Início, meio e fim: O início da história é obscuro. Não se sabe ao certo quem são as personagens, mas ao longo deste começo elas são introduzidas. A partir do meio do enredo, começa a haver um maior esclarecimento na motivação dos crimes que Beth investiga, mas os mesmos acabam auxiliando a deixar a trama ainda mais intrigante. O final (surpreendente, diga-se de passagem) fecha com perícia este romance.


Estrutura "Artística"
• Capa: A escolha de capa foi boa, mas poderia ter sido melhor. Não é do tipo que instiga o leitor imediatamente.
• Diagramação: fixa, confere organização.
• Fontes: de tamanho razoável, de fácil leitura e que não cansam o leitor.
• Sinopse: é boa, mas ainda não atingiu o ponto certo (mesclando entre fornecer um pouco da história ao leitor e convidá-lo a saber mais por sua própria conta).
• Enredo: a ordem e escolha das palavras não são pontos fortes nesta história, mas não influenciam muito no enredo.

Estrutura Física (Materiais)
• Capa: Material resistente, embora mais suscetível à vinco e amassados.
• Páginas: Material agradável ao toque e de resistência média aos imprevistos do dia-a-dia.

Análise
Enredo (x2): 4,16 (muito bom);
 • Espaço (x2): 4 (muito bom);
 • Tempo (x2): 4 (muito bom);
 • Personagens (x2): 5 (ótimas);
 • Criatividade (x1): 4 (muito boa);
• Andamento do enredo (x2): 4 (muito bom);
• Início, meio e fim (x3): 4 (muito bom);

Estrutura Artística (x1): 4,3 (muito boa);
 • Capa (x1): 3 (boa);
 • Diagramação (x1): 5 (ótima);
 • Fontes (x2): 5 (ótimas);
 • Sinopse (x2): 2 (regular);
• Enredo (x3): 3 (bom);

Estrutura física (x1): 3,44 (boa);
 • Capa (x1): 3 (boa);
 • Páginas (x2): 4 (muito boas);

Nota final: [2.(4,16) + 4,3.1 + 3,44.1]/4 = 4,0 (aprox).




Gostei da obra?
Achei bastante interessante o tema e analisei o livro com o meu melhor parecer técnico, mas faltou algo... Não sei, não me conquistou como eu achei que o faria. Mas como a resenha é tanto o parecer técnico quanto a minha própria opinião, aí está. Ainda assim, recomendo.

Esta resenha faz parte do Book Tour Selo Brasileiro.





Share this:

COMENTÁRIOS

6 comentários:

  1. Ana gosto do seu modo de dar sua opinião e noto que quando você disser que o livro é bom, será porque realmente ele é fantástico. Aguardando por esse momento....chego até a querer perguntar quais são seus autores preferidos?

    Beijokas Elis!!!

    ResponderExcluir
  2. Não que a sinopse tenha me chamado atenção, mas achei a proposta do livro bem interessante.
    Gosto de estórias que abordam o temas atuais.
    Confesso que não gostei da capa. Sinceramente, achei feia.

    ResponderExcluir
  3. Esse é um livro que até agora eu não tinha conhecimento da existência, mas me interessei ao ler a resenha. Gente, eu amo demais essas coisas policiais KKKKKKKKK E sinceramente, pela sinopse, eu não escolheria esse livro para ler, mas a avaliação foi boa o suficiente para me fazer querer lê-lo.
    E foi só eu que achei essa capa feia? Tipo, não tem nada que prenda minha atenção nela. Seria um desse livros que você vê na livraria e nem percebe que ele está lá S:

    ResponderExcluir
  4. Ana!
    É difícil quando um livro, por melhor que seja não nos conquista, mas confesso que achei o tema interessante.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Sabe, eu tenho um preconceito bobo(aliás, acho que qualquer tipo de preconceito é bobo), em relação a literatura nacional, dificilmente leio um livro de autor brasileiro, acho que é trauma de adolescência, da época em que era obrigada a ler os clássicos...vai saber...

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente, estou querendo acreditar muito na sua palavra de final surpreendente, pois os últimos livros policiais que eu li em deixaram muito chateados pelo fato de não me supreenderem. O tema parece meio atrativo, mas quando você disse que fato algo eu meio que desanimei...

    ResponderExcluir