RESENHA: O Preço de Uma Lição - Federico Devito e Gutti Mendonça

O Preço de Uma Lição
Autores: Federico Devito, Gutti Mendonça
ISBN: 978-85-63219-66-4
Páginas: 366
Editora: Novo Conceito
Revisão: Marcio Fabiano Monteiro
Ano: 2011
Palavras-chave: Ficção, literatura brasileira..
Sinopse: Os meninos são, sim, capazes de amar. ”Tem um ditado que diz que o amor é cego. É justamente o contrário. Quando você ama de verdade, é capaz de ver coisas que ninguém consegue. Falam que você não consegue enxergar os defeitos, pura mentira também! Você vê, estão todos lá. Mas vê também algo que só você pode, como lidar com eles e contorná-los. Então, o amor não é cego, ele é a maior lente de aumento que já inventaram.” Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções. O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar. Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.

Enredo
• Espaço: tratado e descrito de modo neutro em boa parte do livro. Em algumas passagens no final e no começo do livro (principalmente), porém, é trabalhado em demasia, cansando a leitura.
• Tempo: trata-se da atualidade da última década. É exaustivo pela quantidade exorbitante de datas que confunde o leitor e pouco contribui para a história em si.
• Personagens: notadamente o aspecto principal, em especial pela temática emocional da obra. As personagens se relacionam bem entre si, mas são clichês: mulheres lindas, relacionamentos que sempre acontecem, meninos completamente compreensivos e apaixonados (não quer dizer que isto não exista, mas sim que já foi exaustivamente trabalhado em muitas obras e esta não foge à regra).
• Criatividade: apenas o modo com o enredo e temática se relacionaram é novo, embora não inédito. Separadamente, são repetitivos, o que não configura um enredo criativo.
• Andamento do enredo: lento, muito lento. A temática prometia momentos de emoção em tensão, mas faltou fôlego para que o enredo alcançasse tal intensidade mais elevada.
• Início, meio e fim: o começo da história já é desencontrado. Faltou uma concentração maior no mesmo, porque é muito lerdo, confuso e só acrescenta detalhes à história, nada substancial. A parte central do livro acelera bem pouco e as peripécias masculinas acrescentam um tanto a mais de cor ao enredo - até que elas finalmente cansam o leitor novamente com tantas trocas de relacionamento, referências a namoros e situações em seus mínimos detalhes. O centro do livro pecou pelo excesso. O final bem que tentou, mas não foi suficiente para salvar o livro, o lugar comum o vitimou também. Em suma, o conjunto de todas estes aspectos tornou o enredo insosso e exagerado.


Estrutura "Artística"
• Capa: a figura escolhida, os apetrechos adolescentes, tudo corroborou para a temática jovem do livro. O contraste de cores destacou o garoto, reforçando o tema. Combinação do verde mais escuro com desenhos em preto foi feliz. Relevo no título e nos autores confere charme e capricho.
• Diagramação: fixa, confere organização.
• Fontes: de tamanho razoável, de fácil leitura e que não cansam o leitor.
• Sinopses: É longa demais para a temática do livro, pois esta deveria ser leve, mas ao mesmo tempo exercendo um fascínio/mistério no público, em especial o feminino, motivo mais que suficiente para a sinopse ser sucinta, já que não tem a necessidade de se estender tanto a ponto de dar rodeios.
• Enredo: a escolha da ordem e função das palavras foi falha na maior parte do livro. O desenho nos capítulos confere charme, mas seu tamanho exagerado e repetição cansam o leitor. Há diversos erros de digitação, mas poucos erros notadamente ortográficos.

Estrutura Física (Materiais)
• Capa: Material resistente, embora mais suscetível à vinco e amassados.
• Páginas: Cor amarelada diminui a reflexão da luz e, portanto, não cansa em demasia o leitor. Material agradável ao toque, de cheiro agradável e de resistência média aos imprevistos do dia-a-dia.

Análise
Enredo (x2): 1,5 (ruim);
 • Espaço (x2): 2 (regular);
 • Tempo (x2): 2 (regular);
 • Personagens (x2): 2 (regular);
 • Criatividade (x1): 1 (ruim);
• Andamento do enredo (x2): 1 (ruim);
• Início, meio e fim (x3): 1 (ruim);

Estrutura Artística (x1): 3 (boa);
 • Capa (x1): 5 (ótima);
 • Diagramação (x1): 5 (ótima);
 • Fontes (x2): 5 (ótimas);
 • Sinopse (x2): 2 (regular);
• Enredo (x3): 1 (ruim);

Estrutura física (x1): 5 (ótima);
 • Capa (x1): 5 (ótima);
 • Páginas (x2): 5 (ótimas);

Nota final: [2.(1,5) + 3.1 + 5.1]/4 = 2,75



Gostei da obra?
Não gostei nada deste livro. Eu tinha gostado do tema, mas frente a tantos clichês e à leitura desgastada por si só, acabei por não apreciar a leitura em sua totalidade. O enredo foi em demasia imaturo e exagerado, creio que tenha faltado o tempo para "decantar", por assim dizer, para limpar o que era desnecessário e construir uma leitura com a proposta original. Outro fato que colaborou para o meu desapreço logo no início da história foi o primeiro capítulo desequilibrado, desencontrado do resto, confuso e cansativo. Mal comecei o livro e já não queria ler o resto... Esta é uma falha GRAVÍSSIMA. Os primeiros capítulos devem ser os melhores do livro ou estarem à altura dos melhores, pois serão esses que manterão o leitor atento à história. Em suma, um conjunto de fatores desfavoráveis me fez desgostar deste livro por completo, apesar de todo o capricho que a Editora teve com a edição. Tenho a crença de que se os autores revisarem, limparem e retirarem o que deu errado, esta obra tem tudo pra dar certo. Por isso dei a nota regular: apesar de não ter achado bom, tenho a esperança de que melhore.

Os Autores
Federico Devito começou a escrever para o público jovem em um blog, que se tornou um sucesso e chegou a receber 2 milhões de visualizações por mês.
Rogério Gutti Mendonça tem 23 anos, mora em Curitiba, é blogueiro, empresário e escrito.

Obrigada à Editora Novo Conceito pelo exemplar.



Share this:

COMENTÁRIOS

18 comentários:

  1. Até hoje não vi nenhuma resenha positiva sobre esse livro.
    Desde a 1ª vez que ouvi falar imaginei que fosse uma obra fraca. O tema teen demais, escrito por 2 jovens de cara já passava uma má impressão.
    Pelo visto é isso mesmo. Ninguém tá gostando.

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho visto muitas resenhas positivas para esse livro... tenho-o aqui na minha estante e pretendo lê-lo em breve para tirar minhas próprias conclusões, mas já vou sem esperar grandes coisas...

    Beijos,
    Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  3. CARAMBA, será que alguém vai dizer que gostou desse livro? :(
    Já tô desanimada, viu?!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  4. Cara, eu peguei esse livro para ler e, como você, também detestei desde o início. Estou atrasando as resenhas do emu blog porque não consigo acabar logo esse livro. Tá tenso. Excesso de "Te amo" e diálogos que brigam com conjugações como "Beijamo-nos". Isso foi necessário? Eu, até agora, não vi nenhuma descrição de lugar. O máximo foi "Era uma casa grande bonita", mas, poxa, quando eu leio eu meio que pinto quadros em minha mente onde os personagens passeiam e como faço isso se o lugar não é descrito? O personagem principal não tem nome por um motivo: não insultar ninguém com aquele nome, porque, sem mentira, o cara é chato!

    Gosto muito das suas resenhas. Tem muita gente ai que diz que resenha, mas a única coisa que faz é enrolar sobre o enredo. Paranéns pelo [otimo trabalho. Você me lembra meu professor de Portugês. rsrs

    Abraços.
    Israel Félix
    http://amanteliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. oi flor!!!
    Ótima resenha, olhando pelo lado positivo você terminou a leitura, a minha empacou, dá um desanimo quando pego este livro para ler, estou na mesma situação do Israel do comentário aqui em cima, acho que estou na mesa situação do Israel aqui em cima.

    Beijos
    Lis - Batalha Literária

    ResponderExcluir
  6. Também não gostei nada desse livro...a leitura foi muuuito lenta!
    Achei tudo meio...seilá...chato mesmo!
    Não que não goste de caras românticos, mas esse tava meloso demais...e chegou a irritar!
    Sua resenha esta ótima!
    =D

    ResponderExcluir
  7. Ana!
    Nossa! Estou com o livro aqui para leitura e agora dei um esfriada com sua resenha!! Achou médio, não foi?
    Vou ver se leio logo, assim já saberei...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá Ana!


    Está aí um livro que NÃO irei ler.rsrsrs... Quero distância dele.


    Como sempre sua resenha está ótima. E deu para perceber claramente que você detestou a leitura.rsrs...


    Tem selinhos para você no meu blog:


    Selinho: Best Blog: http://lunadelua.blogspot.com/2012/01/selinho-best-blog.html


    Selinho: Blog Mágico: http://lunadelua.blogspot.com/2012/01/selinho-blog-magico.html


    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. A cada resenha que leio desse livro, tenho menos vontade de lê-lo. Porque o livro é enorme, se a estória não prende o que a gente faz? Abandona? Mas não sei, eu gosto de clichês, quando bem escrito, talvez eu até goste rs

    Beijos,
    whosthanny.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana!
    Menina, estou aqui aplaudindo sua resenha! Você conseguiu exprimir exatamente tudo que achei desse livro!
    Minha resenha está programada para ir ao ar na sexta-feira. Mas eu também não gostei nada do livro, achei a narrativa bem fraca e o protagonista detestável.
    Amei sua frase: "O final bem que tentou, mas não foi suficiente para salvar o livro, o lugar comum o vitimou também."
    Parabéns pela ótima resenha!!
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana!Como está?

    Eu amei essa resenha!Não li o livro mas logo de cara eu sabia que seria um daqueles bem "imaturos" sabe?

    Gostei de verdade!

    Beijos!

    Amor á primeira página
    @ju_juf

    ResponderExcluir
  12. Oi! Você ganhou um selinho de qualidade do Blog da Ana. Confira! http://ideiaampla.blogspot.com/2012/01/selo-de-qualidade.html

    Beijinhos, Ana Paula

    ResponderExcluir
  13. Oi Carol, qnto tempo hahahaha

    Menina, qnta sinceridade!! Eu ainda nao li o livro e confess que até me assustei um pouco agora, mas só lendo pra ter minha propria opinião né?!
    Qnto a ser cliche, vc leu Ql Seu Nº? Eu nao gostei justamente por isso, td mundo adorou mas eu achei tão... sem sal, tipico "filminho" americano, por isso to até achando que o filme deve ser melhor, preciso assistir pra saber rs

    Beeijocas!
    Rapha - Doce Encanto

    ResponderExcluir
  14. Nem cheguei a ler esse livro.
    Recebi da Novo Conceito e coloquei ele no sorteio de final de ano do meu blog. Quando o assunto não me interessa não leio.

    ResponderExcluir
  15. Oi Ana,
    Morrendo de medo desse livro....kkk...só vi comentários de desagrado com a leitura e não entendo como foi tão promovido e tinha tantas fãs, será que era só porque eles são bonitos?....Amei sua sinceridade...\o/....beijokas elis

    ResponderExcluir
  16. Li algumas resenhas sobre esse livro, algumas não tão positivas. A maioria, pra ser sincera.
    Ainda pretendo ler o livro, mas confesso que depois de tantas resenhas negativas, dá uma certa desanimada pra lê-lo.

    ResponderExcluir
  17. Esse é um livro que eu ainda não decidi exatamente se quero ler KKKK Tipo, eu já li várias resenhas sobre essa obra, e as opiniões não batem, então... Mas, como eu sou curiosa e tudo o mais, e gosto de dar uma chance aos livros antes de julgar, eu acho que o lerei. Algum dia, pelo menos.

    ResponderExcluir
  18. Haha, eu sou do contra, sempre gosto do que os outros não gostam, mas sinceramente, nãi tenho a mínima vontade de ler esse livro!

    ResponderExcluir