RESENHA: Guardians, vol. 1 - Luciane Rangel

Guardians
Autora: Luciane Rangel
ISBN: 9788563557247
Páginas: 359
Editora: Lexia
Ilustração: Ana Claudia Coelho
Ano: 2010
Palavra-chave: Literatura Brasileira, Século XXI.
Sinopse: O mundo dos homens é protegido do mundo de malignas criaturas por uma barreira dimensional. Frágil e sob constante ameaça, ela é protegida por doze guerreiros sob os signos das estrelas: os Guardiões. A missão desses jovens, que contam com poderes sobre-humanos, é evitar que catástrofes tomem o mundo, fechando uma fenda na barreira e impedindo a passagem dos monstros. Porém, por mais que tenham incríveis poderes, as fraquezas inerentes aos humanos – o amor, o ódio, a vingança e a hesitação – continuam presentes, tornando a missão um pouco mais difícil do que parecia ser...

Enredo
• Espaço: bem ambientado e suficiente para que o leitor se localize, não peca, absolutamente, pelo exagero. Cada país por onde a história passa também foi bem caracterizado de forma a assegurar veracidade.
• Tempo: Possui determinações diretas que funcionam mais como um diário, já que, pelas características tecnológicas que são passadas, o tempo em que a história se passa é dos últimos anos para frente.
• Personagens: aspecto mais importante do livro. Antes que o vazamento seja lacrado, os Guardians devem se conhecer e conviver juntos para criar a afinidade necessária para a tarefa, o que faz deles o foco principal neste primeiro volume. As mais diversas emoções humanas estão retratadas aqui, bem como as relações entre os próprios guardiões. A narração em terceira pessoa do singular, de forma onisciente, oferece ao leitor uma visão objetiva das personagens de modo a tirar suas próprias conclusões acerca das mesmas. Outro aspecto importante é que a personalidade de cada uma das personagens reflete as característica de seu signo, um caráter obrigatório e que foi respeitado neste livro.
• Criatividade: muito criativo! Ao aliar o zodíaco a um problema (fantástico, sim, mas ainda assim um problema), fornece diversas possibilidades de acontecimentos, o que acaba por levar o leitor ainda mais para dentro da história.
• Andamento do enredo: tem um andamento médio com alguns picos de tensão em situações de perigo. Como acima dito, é onde os Guardians travam seus primeiros conhecimentos. As ações que acontecem são, em sua grande maioria, pessoais e não oferecem grande agitação ao enredo, embora deixem alguns ganchos para situações tensas no futuro (em outros volumes).
• Início, meio e fim: O início da história é obscuro. Não se sabe quem são as personagens, quem são as criaturas malignas (posteriormente denominadas de Youkais) ou o que fazem no Brasil/Japão. Após alguns esclarecimentos primários a Anne (a guardiã de Câncer - e ao leitor, indiretamente), os encontros dos Guadiões no Japão inicia a metade do livro. De acordo com Sofie (a antiga guardiã de Áries e líder do grupo), para lacrar a barreira são necessários que os guardiões se unam e melhorem suas habilidades até que o dia "D" chegue. Enquanto isso, ataques youkais acontecem na cidade e provocam algumas consequências que alteram os planos dos guardiões. O final da história é um desenrolar destes fatos, deixando ganchos interessantes para a próxima história. Não possui nenhum acontecimento marcante (pertinente ao andamento natural deste livro), mas mesmo assim instiga o leitor a ler as continuações


Estrutura "Artística"
• Capa: A capa com os 12 guardiões e Sofie é muito bem feita. As expressões de cada um são um capítulo à parte. De baixo para cima:


Mic (Gêmeos), Sofie(antiga guardiã de Áries), Hayato (Sagitário);
Maire (Libra), Mau (Touro), Shermmie (Leão), Qiang Li (Capricórnio)
Sniper (Escorpião), Anne (Câncer), Ryan (Virgem), Eric (Peixes)
Hikari (Áries) e Live (Aquário).

• Diagramação: fixa, confere organização.

• Fontes: de tamanho razoável, de fácil leitura e que não cansam o leitor.
• Sinopse: é muito boa. O modo como foi escrita instiga o leitor mesmo sem mostrar muito da história.
• Enredo: a ordem e escolha das palavras não é um fator determinante neste enredo, embora pudesse aperfeiçoar algumas passagens.
• Ilustrações: muito bem-feitas, divertidas e retratando as passagens, reforçando a imagem que a leitura causa na mente do leitor. Um único problema: são pequenas. A sugestão é: na próxima edição, colocá-las em uma página inteira.

Estrutura Física (Materiais)
• Capa: Material resistente, embora mais suscetível à vinco e amassados.
• Páginas: Cor branca "aumenta" a reflexão da luz e, portanto, pode cansar em demasia o leitor. Material agradável ao toque e de resistência média aos imprevistos do dia-a-dia.

Análise
Enredo (x2): 4,42 (muito bom);
 • Espaço (x2): 5 (ótimo);
 • Tempo (x2): 4 (muito bom);
 • Personagens (x2): 5 (ótimas);
 • Criatividade (x1): 5 (ótima);
• Andamento do enredo (x2): 4 (muito bom);
• Início, meio e fim (x3): 4 (muito bom);

Estrutura Artística (x1): 4,3 (muito boa);
 • Capa (x1): 4 (muito boa);
 • Diagramação (x1): 5 (ótima);
 • Fontes (x2): 5 (ótimas);
 • Sinopse (x2): 4 (muito boa);
• Enredo (x3): 3 (bom);
• Ilustrações (x1): 4 (muito boas)

Estrutura física (x1): 3,3 (boa);
 • Capa (x1): 4 (muito boa);
 • Páginas (x2): 3 (boas);

Nota final: [2.(4,42) + 4,3.1 + 3,3.1]/4 = 4,11




Gostei da obra?
Gostei muito de Guardians! Esperava bastante da história e quase não fui decepcionada - houve um aspecto que me deixou meio frustrada, mas não superou a sensação boa que o livro me deixou. Eu acho que faltou um pouco mais de... Não sei, de tempero na Anne? Gostei dela, mas aquele jeitinho me deixou irritada em algumas partes. De resto, tudo ótimo! A-M-E-I as personagens, até o Qiang e a Mic (cabeças-dura!). Ri muito com a Shermmie, o Mau e o Sniper (ele seduziu geral, rs!). Mas o personagem que mais me conquistou foi o Ryan, mesmo com aquele jeitinho esquisito pra limpeza. Espero que a Anne e ele fiquem juntos, sério. Ah, e o que falar da Live, guardiã do meu signo? EU ME VI NELA! rsrsrs. Sintetizando, Guardians me deixou encantada e mal posso esperar para ler os próximos (isso é uma indireta bem direta pra dona Luciane fazer uma promoção do volume 2 \o).

A Autora
Luciane Fernandes Rangel de Freitas - ou apenas "Luciane Rangel" - faz parte da geração que conheceu e se encantou com a cultura japonesa, que até hoje vem se espalhando por todos os continentes. Aprendeu com a criatividade oriental a desenvolver histórias originais, cativantes e bem estruturadas que logo repercutiram pelos fóruns e sites de relacionamento da web. Cursou Magistério no Ensino Médio, formou-se em Direito e hoje é professora.


Obrigada à autora por disponibilizar o exemplar.





Share this:

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. oieee Ana que resenha! suas resenhas estão cada vez mais profissionais...ta ganhando das resenhas de quem trabalha fazendo isso (e que diferente de nós,não faz por hobby)....Parabéns! e muito sucesso bjinhos... :D

    ResponderExcluir
  2. NOSSA! Menina, que resenha! Acho que foi a mais técnica que meu livro recebeu até agora. ADOREI!

    Sabe que também fiquei ultra-triste pelas imagens do livro terem ficado tão pequenas? =( E, infelizmente, muitas outras ainda tiveram que ser cortadas para a publicação em livro. E, ainda assim, os livros ficaram enormes e com um preço unitário elevado =/ Mas quem sabe, numa segunda edição, dê pra fazer uma tiragem grande, que dê pra aumentar o tamanho do livro sem subir o preço final pro leitor =)

    Enfim, adorei a resenha. Muito obrigada mesmo!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ana!
    Sua resenhas técnicas são bem diferenciadas.
    O livro é uma badalação e ando curiosa por ler todos da série.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar muito desse livro, mas é a primeira resenha que leio. Que bom que ele parece encantar, fiquei curiosa para saber sobre todos os personagens e o enredo é claro, espero um dia conferir a leitura.

    Beijokas elis

    ResponderExcluir