RESENHA: Julieta Imortal - Stacey Jay

Julieta Imortal
Título Original: Juliet Immortal
Autora: Stacey Jay
ISBN: 978-85-63219-57-2
Páginas: 237
Editora: Nova Conceito
Revisão: Denise Cristina Morgado e Ana Caroline de A. A. Carrara
Tradução: Patrícia Dias Reis Frisene
Ano: 2011
Palavras-chave: Romance Norte-Americano
Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.


Introdução 
Como a sinopse acima explicita, Julieta não se matou. Ela foi traída pelo marido, Romeu, que foi seduzido pela possibilidade de imortalidade. Os Mercenários haviam assegurado que Julieta iria direto para os céus e se tornaria um anjo. De certo modo, foi o que aconteceu. Julieta se torna uma agente dos Embaixadores da Luz, lutando para assegurar que o amor, o verdadeiro amor, aconteça e impedindo que Romeu convença outros apaixonados a repetirem sua sina. Por séculos foi assim, até que a nova missão de Julieta se demonstra diferente de tudo o que ela já enfrentou. Inclusive, encontra seu verdadeiro amor, um amor proibido para ela. Romeu tentará destrui-lo, mas também terá seus próprios fantasmas para combater.
Este livro é um romance com traços de suspense, ação e sentimentos diversos.

Espaço
A história se passa na Califórnia, embora haja algumas referências a Verona, Itália, onde tudo começou. As descrições espaciais são feitas de modo um pouco mais explorado que o normal, já que o enredo é narrado em primeira pessoa e tem um andamento "presente" (ao invés de "olhei para baixo", "olho para baixo"), o que o torna mais lento e com mais suspense.

Tempo
Dias atuais. Não há incoerências neste quesito, já que a história é muito fiel a vestimentas, fala, cultura e tecnologia da época.

Personagens
A personagem principal e narradora, Julieta, é a mais complexa, embora a própria protagonista faça avaliações frequentemente sobre as personalidades das outras personagens da história. Portanto, todas são complexas. O maior ponto positivo neste livro é que a caracterização de Julieta e sua ligação com o leitor são tão bem feitas que este acaba se tornando parte de tudo. No começo, Julieta é uma pessoa amargurada pelo passado. Entretanto, quando conhece Ben, volta a ser, lentamente, a alma boa que era antes. O casal Ben e Julieta passa por momentos nebulosos, mas o faz com desenvoltura, sem todo o dramalhão que normalmente acontece em se tratando de amor proibido. Um aspecto negativo é algumas personagens terem mudado muito rápido, como a mãe de Ariel (a moça em cujo corpo Julieta está) e Gema (melhor amiga de Ariel).

Enredo
A história é narrada em primeira pessoa do singular de forma gradual e presente. Assim, consegue evitar vários clichês e que o leitor preveja o que poderá acontecer (oferece uma visão limitada dos acontecimentos, embora não seja, de modo algum, melhor ou pior que a literatura em terceira pessoa. São versões diferentes, e esta se encaixou perfeitamente na proposta do livro). Outro ponto interessante é que a autora, aparentemente, se baseou em um cântico italiano medieval, abaixo transcrito:

"Ela lutará pela luz, e ele pela escuridão.
Lutando por século pela doce centelha do amor.
Sempre que duas almas se amarem de verdade, vocês os encontrarão
A corajosa Julieta, e Romeu, o desertor."
Ou seja, há versões da história além da que Shakespeare escreveu. O modo como a autora conseguiu seguir com o enredo a partir deste momento é um capítulo à parte. Sociedades secretas e o amor são uma das combinações mais fortes da literatura, basta perceber alguns exemplos: O Senhor dos Aneis e a Sociedade do Anel, Harry Potter e a Armada de Dumbledore... Com certeza, um enredo escrito com primor. Em muitos momentos é nebuloso pelo próprio desespero da protagonista, mas não chega a ser dramático ao extremo ou meloso como muitos sobrenaturais em voga. Algumas pessoas podem não gostar por quebrar o mito de amor eterno que Shakespeare criou, mas é apenas uma versão da história. Shakespeare não cairá por isto, muito pelo contrário: terá sua obra enriquecida pelos muitos leitores que a lerão após entrarem em contato com Julieta Imortal. Outro aspecto bom do livro é que, em alguns momentos, Romeu aparece (em "capítulos" dedicados a e narrados por ele) e explica sua visão dos fatos.
Em quesitos ortográficos, há apenas uma inconveniência encontrada, mas que provavelmente se trata de um erro de digitação. Há alguns erros de tradução também, mas nada muito grave.

Estrutura "Artística"
• Capa: É uma capa muito bonita. Os rochedos e o vestido vermelho da protagonista lembram muitos aspectos da obra de Shakespeare (o sacrifício, o amor, o vestido de Julieta...). A mensagem mais forte desta capa é: indecisão. Algo com que a personagem terá de lidar durante o enredo. Uma capa perfeita para este livro!
• Diagramação: excelente. Há um tamanho bom das margens, texto no estilo justificado denota maior organização.
• Fontes: tamanho razoável, permite uma leitura agradável sem forçar os olhos.
• Sinopse: é uma sinopse média. Entrega uma quantidade razoável de fatos da história, mas não é suficiente para despertar uma curiosidade que faça o leitor procurar e ler. Isto fica a cargo do título e de sua inspiração. Poderia ter sido melhor elaborada.

Estrutura Física (Materiais)
• Capa: Material resistente a amassados, riscos, mas muito mais suscetível a rasgos. Além disso, a capa pode se sujar com muita facilidade.
• Páginas: Toque agradável, de resistência média aos imprevistos do dia a dia (como sudorese das mãos, por exemplo). Cheiro bom, cor amarelada não fadiga em demasia a vista do leitor.

Recomendações
A jovens e adultos. Não é recomendado a crianças por algumas passagens emocionais realmente pesadas para a idade e experiência dos pequenos. Também é recomendado aos que gostem de Shakespeare e queiram uma nova sensação, mais nova e moderna, do romance clássico. Aos que gostem de uma bela história de amor.

Análise
Espaço: 5
Tempo: 5
Personagens: 4
Enredo: 4,3 (aproxima-se para 4).
 • Conformidade da história com a classificação: 5
 • Aspectos ortográficos: 4
 • Linguagem em conformidade com a classificação: 4
Estrutura Artística: 4, 25 (arredonda-se para 4).
 • Capa: 5
 • Diagramação: 5
 • Fontes: 4
 • Sinopse: 3
Estrutura física: 4
 • Capa: 4
 • Páginas: 4

Nota final: 4, 34



Gostei da obra?
Gostei muito! No quesito "agradar esta leitora" (rs) a nota é 5! Achei ótimo, gostei muito mesmo. É que a resenha não deve ser apenas pautada na minha opinião, preciso de critérios coerentes e técnicos que abaixaram um pouquinho a nota, mas mesmo assim é uma nota muito digna. Deliciei-me com cada instante deste livro. E o final? Eu não gostei de Anna e O Beijo Francês pelo dramalhão, mas principalmente por esta não ser a proposta do livro (que prometia uma temática muito mais leve). Entretanto, com Julieta Imortal, o que aconteceu foi justamente o contrário: eu já esperava alguns momentos mais profundos das personagens e algum sofrimento. E não me decepcionei! Foi muito bem construído, nada que me cansasse ao extremo, sem todo aquele apelo meloso que muitas literaturas sobrenaturais tem. Para mim, Julieta Imortal é um livro com fórmula que com certeza dá resultados. E para quem está com medo de ler por mudar a versão de Shakespeare: versões são apenas isto. Como diria "Tia Dalma", várias versões para a mesma história, todas verdadeiras. Não deixem de ler!

A Autora
Stacey Jay é autora da série You are so undead to me e muitos outros livros para jovens. Ela mora na Califórnia com seu marido, dois filhos e alguns fantasmas amigáveis que dizem não ligar para animais de estimação.



Muito obrigada à Editora Novo Conceito pelo exemplar.

Share this:

COMENTÁRIOS

8 comentários:

  1. Que loucooooo...Julieta morta por Romeu? ela virando uma agente embaixadora da luz? putz q doidera boa!!! é muito interessante ver um clássico modificado...as vezes não fica nada bom...como dizem mexer em time q ta ganhando...mas já vi uns ótimos e imagino q esse seja no minimo do tipo VALE SUPER A PENA LER...e a Novo conceito não costuma publicar livros ruins...pelo menos nunca vi,então estou morta de curiosidade pra ver esse!!! ótima resenha Ana bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi flor!!!
    Adorei sua resenha, como sempre bem organizada né, eu gostei muito deste livro.
    Eu tive o receio por conta de mudar a versão tradicional de Romeu e Julieta, mas no decorrer da leitura, até de gostei de umas mudanças, e como você disse "versões são apenas isto"

    Beijos
    Lis - Batalha Literária

    ResponderExcluir
  3. Ana!
    Esse é um dos livros mais lindos que li, linda sua resenha!

    Desejo que tudo o que almeja, torne-se realidade...
    Que o amor pelo próximo seja uma constante em seu viver e que sua jornada esteja sempre repleta de bênçãos angelicais!
    Que nesse final de ano você possa somar todas as alegrias e dividir seu entusiasmo de ser feliz com os que ama e quer bem!
    Muita saúde, paz e amor em seu coração!
    PRÓSPERO ANO DE 2012!!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu, finalmente, terei a oportunidade de ler esse livro, pois ganhei num sorteio. o/
    Parabéns pela resenha!



    saocoisasdesiguais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana!!
    Gostei da sua análise sobre o livro, super completa!
    Mas ao contrário de você eu não gostei da história.
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Ei Ana,
    Amei a sua resenha, eu ganhei esse livro, mas ainda não tive tempo pra ler, mas espero que eu goste assim como vc.

    Bjok

    ResponderExcluir
  7. Oi, feliz ano novo!

    Adorei sua resenha, avaliando cada tópico específico. Esse livro para mim foi mediano, não gostei das declarações amorosas de Ben e do final feliz pra todo mundo, coisas do momento.

    Beijos,
    whosthanny.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Que super Análise! rsrsrs vou ler o livro este mês ainda, na verdade é uma das minha próximas leituras!

    ResponderExcluir