RESENHA: Ecos da Morte - Kimberly Derting (The Body Finder #1)

Ecos da Morte
Título Original: The Body Finder
Autor: Kimberly Derting
Editora: Intrinseca
ISBN: 978-85-8057-080-9
Ano: 2011
Edição: 
Palavras-chave: Literatura Estrangeira, Século XXI
Revisão: Viviane Diniz Lopes e Bruno Fiuza
Tradução: Rita Sussekind
Skoob

Sinopse: 
Violet Ambrose tem dois problemas: o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade: Violet encontra cadáveres. Desde muito pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.
-Ecos da Morte é o primeiro volume de uma trilogia best-seller do New York Times.
-A série The Body Finder é amplamente conhecida do público jovem, divulgada e aguardada pelos mais visitados blogs de leitura do Brasil.
"Um verdadeiro thriller, que fará o leitor andar olhando para trás e se recusar a sair por aí sozinho." - Booklist
Espaço
        É ambientado com mais frequência na escola de Violet.

• Caracterização: é inteligente. Em momentos tensos, de mistério, da ação do serial killer é bem minuciosa, prolongando estas fases. Quando o enfoque é a vida da personagem principal (exceto quando está em contato com os ecos, que a fazem dar uma atenção especial aos espaços envolvidos), esta descrição é bem menos importante.


Tempo
         Século XXI.


• Caracterização: Não é a parte mais importante da tríade. É inferido através das vestimentas, linguajar, descrição do espaço e aparatos tecnológicos (como celular).


Personagens
        Apesar da descrição ser subjetiva, há certa profundidade psicológica na percepção aguçada de Violet em relação aos ecos e às personalidades perceptíveis à protagonista.
        Violet tem uma personalidade dual: amadurecida pelas circunstâncias de seu dom; é um tanto infantil pela idade e por sua paixão, o que a torna uma personagem enfadonha (por conta de suas inúmeras lamúrias).
        Já o serial killer tem uma personalidade que vai se acentuando ao longo do livro enquanto sua identidade não é descoberta, e isto o torna a maior expectativa do livro (esta não é frustrada).

Coerência entre espaço, tempo e personagens
        Personagens e espaço são os principais em ordem respectiva e decrescente de importância; tempo é consequência dos outros dois, sendo o menos visível e importante. Não há incoerências.


Enredo
        A temática abordada é muito criativa, com um potencial excelente para a leitura.
        A narração se alterna entre 1ª pessoa do singular (na voz de Violet) e 3ª pessoa do singular completamente onisciente (narração objetiva focada na visão do assassino).
        Esta alternância de focos narrativos e a infantilidade de Violet em contraste com o tema reduzem muito a potencialidade acima apontada. O amor adolescente confere uma leveza que não favorece o enredo e o tema; o tom pesado se mantém somente por conta dos capítulos em que o serial killer é o foco. Há transições bruscas entre os momentos de tensão, enfado e tranquilidade (quase beira a futilidade). Todos estes aspectos, quando juntos, tornam a leitura muito fatigante.
         Se a autora tivesse se valido de uma personagem mais adulta para seu propósito, provavelmente os inconvenientes acima teriam sido evitados. Há, todavia, uma esperança em relação aos próximos livros da série, pois espera-se que Violet amadureça.

Capa e Sinopse
        O esquema de cores da capa lembra uma visão instintiva, tal qual um eco poderia parecer à Violet. O nome do livro em português aumenta a expectativa do leitor por ser mais sonoro e menos óbvio que "The Body Finder" (embora este também atice a curiosidade do leitor).
         Ambas as sinopses (contra-capa e orelhas) são essenciais para complementar parcialmente a lacuna que o título cria e que será devidamente preenchida ao longo do enredo. É suficiente para informar o leitor sem entregar a história. 
Estrutura física
       Capa: material resistente e agradável; marca em alto relevo na capa e contra-capa. A marca da contra-capa descama com certa facilidade. Esquema de cores e fontes em alta definição, excelente impressão.
       Páginas: cor não muito clara (favorece os olhos), não muito escura (permite a leitura com clareza). Espessura ideal a fim de evitar rasgos e sujeira.
       Letras: Boa quebra de linhas e espaçamento entre as mesmas. Fonte agradável à leitura.
       Marcadores: bom tamanho, permitem marcar até a metade do livro sem deformar em grandes proporções a ligação destes com a capa e contra-capa. Cor de bom contraste com a capa; cor de fonte não muito favorável à cor de fundo.


Gostou da obra?
       Foi uma leitura razoável, mas não poderia dizer que gostei. A personalidade de Violet me desgastou muito na leitura, esta alternância de impressões tornou a leitura arrastada... Esperava muito mais do livro, a decepção foi grande. Entretanto, como é uma série, talvez com o amadurecimento de Violet durante o enredo a história supra minhas expectativas, afinal. É esperar para ver.


Avaliação
- Enredo (cansativo, embora original): 2 (regular)
- Capa e sinopse (esquema de cores e conformidade excelentes): 5 (ótimos)
- Estrutura Física (bom material de capa, folhas e letras. Cor da fonte dos marcadores e a descamação fácil da marca da contra-capa são aspectos negativos): 3 (boa)
- Espaço (caracterização inteligente): 5 (ótimo)
- Tempo (pouca importância, consequência dos outros): 2 (regular)
- Personagens (inconstância e lamuriações de Violet reduziram muito a nota. A mente do assassino salva a classificação de uma nota ruim): 2 (regular)
- Fluxo narrativo (alternâncias - variações muito bruscas, desgastante): 1 (ruim)
- Aspectos linguísticos (alguns erros de pontuação): 4 (muito bons)


Nota: 3 (Veja aqui o critério de avaliação)






Recomendações
Apesar de não ter gostado tanto quanto gostaria, recomendo a todos. É uma temática interessante, e os aspectos negativos aqui apontados podem não surtir efeito com outros leitores.

A Autora
Ela nasceu e cresceu na área de Seattle, com exceção de uma poucas passagens em Phoenix, Boise, e San Jose. Tive uma infância colorida, criada por uma mãe solteira. Sua carreira começou bem cedo, quando começou a fazer livros de colorir caseiros com folhas de papel em branco e um grampeador, e depois ia de porta em porta para vender. A primeira vez que se apaixonou por escrever (desistindo dos sonhos de infância de ser uma veterinária) foi quando ela se inscreveu para o Jornalismo no sétimo ano eletivo. Logo se tornou sua paixão. Ela ainda vive no noroeste do Pacífico. Mora com seu marido e os três filhos.


Agradecimentos à Intrínseca pelo exemplar.



Share this:

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Estava ansiosa para ler, mas vc classificou como regular?! Vou pensar uma segunda vez antes de comprar.
    Bjos, Carol.

    ResponderExcluir
  2. Sou fã de livros best-sellers, esse livro já estava na minha lista de leitura só por ser um, claro que a história também conta. rrsrsr. Se um dia ler esse livro vou ler sem muita expectativa, deve ser uma historia boa mais só isso, pelo q li na resenha. Vamos esperar mais algumas resenhas pra ver. E se for cansativo...aff não tem outra coisar pior pra mim que livro lento.

    ResponderExcluir
  3. O enredo da história parece totalmente interessante e chamativo. Mas é triste saber que um livro que tem/tinha tudo pra ser PERFEITO, acaba se tornando cansativo por ser um pouco mal escrito ou coisa assim. De qualquer forma, eu normalmente avalio um livro pela história dele mesmo, então as chances de eu gostar desse são bem grandes! Ótima resenha *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu já estava louca pra ler esse livro, e agora vendo sua resenha fiquei com mais vontade ainda. Assim como as outras resenhas, a sua foi muito boa!
    Sucesso!

    ResponderExcluir