RESENHA: Vila Citrus - Daniel de Carvalho


VILA CITRUS
Autor: Daniel de Carvalho
Editora: Baraúna
Ano: 2009
Páginas: 311
Página no Skoob

Sinopse: Neste romance você vai submergir no mundo angustiante do pequeno município de Vila Citrus. Godofredo entra numa estrada em direção à Vila Citrus e no caminho tem uma série de contratempos ficando sem documentos e sem dinheiro. Em Vila Citrus, não recebe ajuda de ninguém e acaba sendo preso injustamente como desordeiro. Sem ter o que comer e onde dormir, torna-se vítima de chantagistas. Vila Citrus é dominada por três Forças Malignas. Um poderoso Feiticeiro que aterroriza seus habitantes roubando a alma de quem ouse afrontá-lo; uma corja de Malfeitores que ocupam cargos importantes e mantêm a cidade sob domínio; e uma Seita Satânica que elimina suas vítimas com crueldade durante seus rituais macabros. Você verá que a sorte de Godofredo começa a mudar quando ele conhece Inês e quando um misterioso forasteiro chega à cidade e começa a fazer justiça com as próprias mãos.


Introdução
O livro conta a história de Vila Citrus através da chegada de Godofredo à cidade. Muitos acontecimentos se sucedem e o moço acaba preso ao esquema predominante na cidade encabeçado pelo feiticeiro Uzz.

Capa
É polêmica. Retrata, porém, todo o mistério de Uzz, além dos principais aspectos da cidade de Vila Citrus. Uma capa fiel ao livro e que se diferencia de tudo o que esteve no mercado, um elo de atração entre leitor e enredo.

Estrutura
É narrado em 3ª pessoa do singular, de modo onisciente. Os ambientes são bem descritos e, por se tratar de uma cidade pequena, se familiarizam com o leitor. As personagens principais são complexas, em especial o Mendigo. A aura de mistério que ronda a cidade aliada ao seu isolamento cria uma atmosfera que estimula o leitor a ler cada vez mais. As histórias do feiticeiro não são fantásticas (no sentido de absurdas), assim como dados históricos e técnicos que o autor utiliza em sua narrativa.

Análise
O enredo é bem construído. Tem início, meio e fim bem definidos durante a história. O romance entre as personagens principais é feito de forma diferente aos demais, o que somente o destaca. A narrativa flui com os acontecimentos da pacata cidade. Todos os personagens são quase verídicos, pela forma com que foram trabalhados. A associação dos Seguidores de Satã a São Cipriano e outros fatos que não seria conveniente narrar é extremamente inteligente e colabora com o mistério que a estrutura da história comporta. Para finalizar, Vila Citrus estimula a reflexão acerca do Maniqueísmo e também da divisão entre os atos passionais de uma mente sã e de uma mente perturbada. Uma obra genial.

Nota da Leitora: era para ter terminado Os Preconceituosos, mas Vila Citrus me instigou de uma maneira que foi impossível resistir. Em muitos momentos da narrativa, me pegava refletindo acerca dos temas e isso só conta pontos para o mesmo. Além disso, a história em si é tão bem construída que virei madrugadas lendo. Adorei a oportunidade de conhecê-lo.

Avaliação:
- Nota de Capa: 10
- Nota de Enredo: 10
- Nota de Coerência e Coesão: 10
- Nota de Gramática: 10
- Nota de caracterização das personagens e ambientação da história: 10
- Nota do Final: 10

Nota: 10


Recomendações
A todos que apreciem uma narrativa concisa e coerente, além de reflexiva; é um excelente livro e (deve-se ter orgulho disso) é nacional.

O Autor
Daniel José de Carvalho surgiu como escritor durante as madrugadas de 2006, quando as lembranças da infância, o gosto por histórias de aventuras e o fascínio por personagens fortes, que conseguem superar grandes dificuldades, invadiram sua mente. Assim, foram ganhando vida a trama e os personagens de sua primeira obra, “Aconteceu no Século Vinte”. O autor é paulistano, nascido no bairro de Santana, em 1937. É casado há 51 anos com Neusa, a quem dedica todos os seus livros. Tem quatro filhos, oito netos e uma bisneta. Possui 5 romances publicados, dentre eles o lançamento "Viking - Uma Aventura no Tempo e No Espaço".

Share this:

COMENTÁRIOS

5 comentários:

  1. Oie Ana, adorei sua forma de avaliação de resenha! Bem legal!

    Não conhecia o livro, mas parece ser bem interessante.
    Fiquei curiosa para saber o que o Feiticeiro apronta.!

    Obrigada por participar da promo
    Boa Sorte!

    Estou te seguindo.

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. A capa é bem sinistra ne haha fiquei com medo, parece uma estória legal. Mas se eu ler, ficarei sonhando por alguns dias com o tema fato hehe
    bjs ~

    tudo por um livro -http://www.issotudoporumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nunca ouvi falar do livro, e apesar de eu achar a capa um tanto exagerada, a sua resenha me chamou a atenção.

    Adoro livros que abordam rituais macabros, etc. Esse tipo de sobrenatural sempre consegue prender minha atenção.

    Pela sua opinião, eu tenho quase certeza que vou gostar desse livro. É bem possível que eu vire madrugadas lendo, mesmo tendo que acordar cedo no outro dia rs.

    Beijinhos

    Ler e Almejar

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana também gostei muito da forma de análise, não conhecia o livro nem o autor, fiquei bem interessada em saber mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia nem o livro nem o autor.
    O Brasil cada vez mais está lendo novos escritores!!!
    Bjs, Gabi.

    ResponderExcluir