Balde de Pipoca: My Fair Lady - George Cukor


Título Original: My Fair Lady
Diretor: George Cukor
Elenco: Rex Harrison (Professor Henry Higgins), Stanley Holloway (Alfred P. Doolittle),
Audrey Hepburn (Eliza Doolittle), Wilfrid Hyde-White (Colonel Hugh Pickering).
Distribuidora: Warner Home Video
Gênero: Musical, Romance
Duração: 170 minutos
Ano: 1964
Roteiro: Alan Jay Lerner, Cecil Beaton, George Bernard Shaw, Harry Stradling Sr., Michael Neuwirth.
Página no Filmow

Sinopse: Henry Higgins (Rex Harrison), um intelectual e professor de fonética, aposta que conseguirá, no período máximo de seis meses, transformar Eliza Doolittle (Audrey Hepburn), uma simples florista de rua que não sabe falar direito, em uma dama. Mas a tarefa se mostra muito mais difícil do que tinha sido imaginada originalmente.


Introdução
O filme relata a tarefa de modificar completamente Eliza em uma dama (árdua tarefa, por sinal) por um renomado e arrogante professor de Fonética.

Estrutura
O filme é longo, porém isto é quase imperceptível. As passagens são rápidas entre si, o que diminui o efeito de cansaço nos espectadores. As músicas são bem ambientadas, escritas e inscritas em suas melodias. As passagens cômicas dão leveza ao enredo.

Fotografia
Muito boa. Audrey e Rex foram muito bem captados pelas câmeras, além dos outros momentos dentro e fora da habitação. Em "I've grown accustomed to her face", a fotografia é tão boa que parece ser apenas uma janela bem transparente e que se está vendo aquilo acontecer em tempo real.

Análise
O que dizer? Um clássico que faz jus à sua característica (além de ser merecedor do Oscar, vale lembrar). As músicas são agradáveis, o filme é divertido, leve e flui muito bem (mesmo com 2h e 50 min de duração). Um pouco previsível, como os filmes românticos o são, mas que fugiu à característica simplesmente por ser surpreendente em seu clichê, por assim dizer. Somente quem o acompanhou até o fim poderá entender do que falo. Incrível!

Por que escolhi este filme?
Porque é um clássico de Audrey e de Rex, além de ser um filme antigo muito bem premiado e recomendado.

Personagem Favorito
Henry, é claro! É um baita dum rabugento que tem quase alergia aos relacionamentos, e mesmo assim você torce por ele até o final. Um querido!

Avaliação:
- Fotografia: 10
- Nota de Enredo: 10
- Nota de Coerência e Coesão: 10
- Nota de caracterização das personagens e ambientação da história: 10

Nota: 10

Recomendações
Para quem aprecia os grandes filmes do passado com artistas renomadíssimos.

Share this:

COMENTÁRIOS

8 comentários:

  1. Oiiiee!!
    Tudo bem?

    Estou passando para dar aquela conferida no seu blog!
    Ele continua perfeitinho! ^^
    Parabéns!!!

    Ótimo post!
    Tenha uma ótima quarta-feira!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana!
    Esse filme é um clássico né! Mas ainda não vi.
    Vou ver se encontro em dvd ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não gosto muito de filmes mais antigos, acabo sempre preferindo os mais atuais.
    Mas ótimo post de qualquer maneira.

    Te indiquei em um meme no blog. Depois dá uma olhada lá ;)

    Beeeijo ;*

    ResponderExcluir
  4. Adoro filmes assim, meio antigos. São os melhores. Ainda não assisti esse, mas pela dica, com certeza vou vê-lo.

    Beijinhos, Babi

    Ps: eu tenho uma mente avançada? Haha. Você que é fantástica, com 17 anos aguenta um blog e ainda os estudos!

    ResponderExcluir
  5. Ei!

    Eu queria tanto ver mais filmes antigos...
    Nunca vi nenhum da Audrey Hepburn. Fiquei curiosa, vou ter que dar um jeito nisso... kkk

    Bjins

    ResponderExcluir
  6. Sempre quis ver este filme, amo os clássicos, pena que são tão difíceis de achar!

    ResponderExcluir
  7. filmes antigos são sempre ótimos..

    estou te seguindo..

    http://boleiros-net.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Aninha, amei teu blog, seu gosto por filme e livros, cara, não tinha visto teu blog antes, agora me tornarei assíduo, já estou seguindo. Caso vc queira fazer parceria, estou às ordens.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir