RESENHA: Livro "Um Estudo em Vermelho" - Sir Arthur Conan Doyle

UM ESTUDO EM VERMELHO
Título Original: A Study In Scarlet
Autor: Sir Arthur Conan Doyle
Ano: 1887
ISBN: 8506029945


Introdução

“Um Estudo em Vermelho” retrata a primeira aventura de Sherlock Holmes em companhia do Dr. Watson, demonstrando toda a sagacidade e genialidade deste detetive consultor.

Estrutura

Como foi escrito em meados de 1887 e retrata o período do final do século XIX e início do século XX, “Um Estudo em Vermelho” tem traços de escrita comuns àquela época. Na tradução para o português, pode haver palavras que sejam estranhas aos leitores, ou palavras sendo empregadas em um sentido completamente diferente do que se costuma nos dias atuais. A narrativa começa lenta, se acelerando mais pela metade do livro, atingindo o seu ápice na primeira parte. Na segunda parte, o esquema é o mesmo, porém a narrativa se mantém em um ritmo após determinado momento. Dividido em duas partes, facilitando a leitura e o entendimento da aventura.



AVISO: Caso queira ler o Resumo COMPLETO do livro (spoiler), clique no botão "CONTEÚDO" abaixo.
Análise

Apesar de não poder falar sem parecer parcial (gosto muito da escrita de Sir Arthur Conan Doyle), é notável porque Sherlock Holmes é sua melhor criação. Já havia lido outras histórias do autor, e confesso que nem mesmo as histórias do ringue me prenderam tanto como Sherlock Holmes, e em especial o livro “Um Estudo Em Vermelho” me chamou a atenção por ser o primeiro. O desfecho me deixou sem ar de tão genial, justamente por ser inesperado. Quem imaginaria que o caso se solucionaria no meio do livro? Simplesmente sem palavras.
Tenho uma preferência gritante por livros antigos, e Sherlock Holmes representa o porquê. Através do livro, é possível entender os costumes da época em qualquer lugar do mundo, os acontecimentos históricos. Creio que essa seja a característica mais preciosa que um autor pode alcançar – fidelidade ao tempo da narrativa, o que Doyle faz com maestria.
Outro ponto interessante é a minúcia de Sherlock. O autor deve ser muito atento a esse fato – antes que transforme o personagem em uma cópia de si mesmo. Os detalhes que Sherlock observa, mesmo sendo premeditados pelo autor, parecem tão supérfluos à narrativa, e no fim todas as informações são utilizadas. É o que se poderia de chamar de “desvio intencional” – ou seja, desvia-se a atenção do leitor para o fato principal, deixando os fatos secundários camuflados, de modo que ao se reunirem ao foco principal transformam qualquer resolução no clímax do livro – um mistério digno de Sherlock Holmes.

Recomendações

Em algumas palavras apenas, já que todos os pontos foram descritos no tópico “Análise”: Um Estudo Em Vermelho é um livro que te fará ofegar.

O Autor

Sir Arthur Ignatius Conan Doyle (Edimburgo, 22 de Maio de 1859 —Crowborough, 7 de Julho de 1930) foi um escritor e médico britânico, mundialmente famoso por suas 60 histórias sobre o detetive Sherlock Holmes, consideradas uma grande inovação no campo da literatura criminal


Esse livro faz parte do Desafio de Férias. Clique AQUI para saber mais ou no banner no canto direito.






Outros blogs legais:

Share this:

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Já li esse livro e gostei muito também, pois adoro livros policiais. Agatha Christie também tem livros ótimos. O melhor que li foi "O caso dos dez negrinhos." Mas também recomendo "Os crimes ABC."

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã de livros policiais, prefiro mais os romances.
    Bjos, Maria.

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada desse autor.
    Bjus, Gaabi

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar sobre o livro mas nunca tive a iniciativa de ler.
    Quem sabe um dia!!!
    Bjos, Carol.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Roseane! Bem-vinda novamente.

    Ah, Um Estudo em Vermelho é o melhor do Doyle na minha humilde opinião. Não sei se é por ser o primeiro, mas o primeiro normalmente é o mais marcante! Agatha é MUITO boa também, sou super fã. Estou até com um desafio dela para ler (espero que consiga cumpri-lo!). O Caso dos Dez Negrinhos é TÃO bom! Fico arrepiada só de me lembrar.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Maria! Que pena que não gosta dos policiais, eles são tão bons... Mas opinião é opinião, certo?
    Abraço e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Gabi! Se não leu, leia! Com certeza vai gostar bastante. Ou pelo menos vai se identificar com o estilo de Sherlock...

    Abraço e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Carol! Puxa vida, leia sim! Aposto que você vai, no mínimo, não desgostar deste livro, hehehe. É uma narrativa bem marcante no melhor estilo Sherlock e Watson! Uma oportunidade única!

    Um grande abraço e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  9. gotei e recomendo e um dos melhores se nao for o melhor q eu ja li

    ResponderExcluir
  10. Acredito que Conan Doyle seja um dos autores mais fantásticos que tive o prazer de ler, por conhecidencia o ultimo livro de Sherlock Holmes que li foi justamente o primeiro, mais fiquei meio pasmo ao ver que ele não deu mais detalhes do caso e o por que dos assassinatos, isso me frustrou um pouco, mais o livro é muito bom, mais eu não acho o melhor O cão dos Basckervilles, O signo dos quatro e o Ultimo Adeus são primorosos na minha opinião, abraço.

    ResponderExcluir